Como – e por quê – cuidar da aparência durante a quarentena

Alguns rituais de cuidados com a pele, cabelo e até com a escolha das roupas, podem nos ajudar a encarar o confinamento com mais leveza.

Além dos cuidados com a alimentação e exercício físico, acordar e tirar o pijama antes de começar a trabalhar é uma das sugestões dadas por profissionais de saúde a quem se encontra confinado dentro de casa por conta da pandemia. Diante de tantas notícias ruins e privações, criar o hábito de se vestir todos os dias parece ser insignificante; mas, de acordo com profissionais da saúde, esse hábito é um poderoso aliado na luta contra a ansiedade.

Mas não para por aí, a escolha das roupas e pequenos rituais de cuidado com a pele e com os cabelos podem ser muito bons para nossa saúde mental. Em tempos incertos, quando as pessoas se encontram mais tristes e sozinhas, o autocuidado pode ser uma ferramenta de consolo. Estar bem vestido tem uma função social e psicológica. Por isso é importante evitar roupas furadas ou gastas, é importante também que você se olhe no espelho e goste do que vê.

Vale ressaltar que, apesar da maioria das pessoas estarem em home, a postura com a empresa deve permanecer a mesma. Portanto, nada de roupas extravagantes, acessórios chamativos e barulhentos. Manter uma imagem formal é muito importante. A autoestima e a saúde andam de mãos dadas, e são inimigas do desleixo do exagero.

Fonte: https://veja.abril.com.br/saude/como-e-por-que-cuidar-da-aparencia-durante-a-quarentena/