Hidratação da pele tem que ser profunda

O creme ideal deve ir muito além de deixar o toque macio e um cheiro agradável

Em pesquisa realizada pelo Ibope sob a marca Bepantol Derma, 61% das 2 mil brasileiras entrevistadas concordaram que a hidratação da pele só tem efeito quando está profundamente hidratada. Isso significa que 39% das pessoas precisam saber mais sobre o assunto.

Segundo Flávia Ravelli, dermatologista paulista, só uma pele bem hidratada pode cumprir plenamente suas funções - inclusive como nossa primeira barreira contra inimigos externos.

Mas muitos produtos são superficiais e só fornecem maciez. São cosméticos. “Por outro lado, existem os cosméticos para a pele que, além de garantirem um toque delicioso, também podem tratar a pele”, enfatizou a doutora.

A dermatologista tirou algumas dúvidas sobre hidratação

Frequência ideal: A pele é sempre afetada - Poluição, vento, calor, etc. Para restaurá-lo, hidrate todos os dias.

Momento perfeito: Aplique hidratante corporal de três a cinco minutos após o banho. A permeabilidade é melhor.

Área Crítica: Devido ao atrito constante, os cotovelos, joelhos e calcanhares tendem a ficar mais secos.

Etiqueta de banho: Para a barreira cutânea, o banho deve ser morno e rápido. Esqueça a bucha vegetal.

E para quem tem o rosto oleoso? Precisa de hidratação, sim. Caso contrário, a acne pode piorar. “Marcamos produtos específicos”, disse Flávia.

Tem sabonete aliado? Sim, ele é. Existe uma classe chamada syndet, que não possui agentes ofensivos. Mas não pode substituir o hidratante em si.

Um bom hidratante precisa…

- Impedir que a umidade evapore da pele

- Preencha o espaço entre as células

- Funcione como uma esponja, absorvendo água para pele

- Ajudar na renovação celular.