Quais as estratégias para conter a Covid-19 no Brasil?

Preparar o sistema de saúde para receber pacientes e isolá-los, orientar a população sobre medidas para evitar a propagação do Sars-CoV-2, proteger os grupos mais vulneráveis à doença – não são poucos os desafios no enfrentamento de uma crise sanitária da magnitude da pandemia de Covid-19. A empreitada é ainda mais desafiadora num país de dimensões continentais, com diferentes estruturas de assistência, seja na rede pública ou na privada.

A necessidade de contar com a colaboração da população continua exigindo esforços para reforçar as recomendações de segurança, sempre alinhadas com as melhores práticas internacionais.

1. Testes, testes e mais testes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e especialistas concordam que a detecção precoce de casos é um fator fundamental para conter a disseminação de um vírus. "Você não pode agir ou saber o real impacto do vírus sem saber quantas pessoas ele afetou", diz o presidente.

2. Isole os infectados

A realização de testes permite não apenas isolar os doentes e impedir que o vírus se espalhe entre mais pessoas, mas também cria a possibilidade de detectar infecções que ainda não desenvolveram sintomas.

3. Distanciamento social

Segundo o especialista, quando os primeiros contágios de um novo vírus são relatados em uma população, as medidas de contenção não fazem mais sentido e outras, como o distanciamento social, acabam sendo mais eficazes na prevenção de contágio.

4.Promover medidas de higiene

Desde que os primeiros surtos de coronavírus começaram a ser notificados fora da China, a OMS insistiu que, além do distanciamento social, lavar regularmente as mãos e manter uma boa higiene ao notar qualquer sintoma são essenciais para evitar a transmissão do vírus.

Te informar, #IssoéCACSS