Muita gente erra ao higienizar os alimentos

Com o coronavírus à solta, experts do Centro de Pesquisas em Alimentos da Universidade de São Paulo (FoRC-USP) decidiram avaliar quais cuidados a população vem tomando para evitar o contágio por alimentos ou embalagens — mesmo que a chance de transmissão por essas vias não esteja comprovada. Eles montaram, então, um questionário online que foi respondido por 3 mil pessoas. “A preocupação com a higienização surpreendeu positivamente”, avalia o engenheiro de alimentos Uelinton Manoel Pinto, coordenador do trabalho.

Como higienizar vegetais que serão ingeridos crus

- Pente-fino

Se houver necessidade, comece removendo as partes estragadas e machucadas dos alimentos.

- Água corrente

Lave as verduras, folha a folha. Frutas e legumes também vão para baixo da torneira, um de cada vez.

- Dá-lhe cloro

Deixe 10 minutos de molho em solução com 1 colher (sopa) de água sanitária (2 a 2,5% de cloro ativo) para 1 litro de água.

- Lava e seca

Enxágue em água corrente. Aguarde o alimento secar naturalmente ou use utensílios específicos.

O jeito certo de limpar embalagens

- Rígidas

Latas, garrafas, potes e afins podem ser lavados com água e sabão. Outra alternativa viável é passar um pano umedecido com álcool 70% ou solução clorada

- Flexíveis

Segundo a cartilha, o pano umedecido com álcool 70% ou solução clorada também serve aqui. Se houver duas embalagens, descarte a externa antes de guardar o alimento.

Te informar, #IssoéCACSS